quarta-feira, março 07, 2007

A Hora

Conto as horas, os minutos e os segundos até te ver, sozinho na minha perdição à espera de um sinal teu que nunca chega. Os dias passam mais rápido que as horas e eu continuo a olhar para o relógio como se estivesse a ver uma qualquer pintura magistral. Já não tenho noção do tempo, só sei que ele passa mas não a minha saudade. O meu relógio parou marcando a hora do nosso último encontro os ponteiros não se movem tal como o meu desejo de te abraçar.

3 comentários:

Frankie disse...

Perfeito *_*

AMEI ^_^

Francisco Oliveira disse...

Bonita foto. Este relógio é o da Câmara Municipal do Porto? Estou com dúvidas porque o prédio lá fora não parece o Palácio das Cardosas.

Bolacha de Aveia disse...

A saudade não mata... mas mói