quinta-feira, agosto 31, 2006

Banco de Pedra

Cercado por arvores com vista para o rio que chamam Douro pintado pela suave melancolia nas sombras que cobrem o espaço onde se encontra o banco de pedra, frio e inerte. Que tem de especial um simples banco de pedra? A simplicidade é beleza, e aquele local simples mas belo consegue fazer-me sentir em paz em contacto com o meu ser mais profundo, deixa-me pensar, desabafar, sonhar, etc.
É reconfortante ter um lugar onde possa estar comigo mesmo sem preocupações, sem responsabilidades é como se o tempo parasse eu vivesse cada segundo como se fosse uma hora em que cada inspiração que faço é como se fosse a primeira e última, os sons à minha volta vão desaparecendo até ficar algo primordial e harmonioso, os restantes sentidos acompanham essa mutação até ficarem em sintonia até tudo ficar interligado e deixe de existir o eu e o espaço. Meu local de repouso de corpo e espírito.


5 comentários:

Sleeping Angel® disse...

Lindo!!! É raro hoje em dia encontrarmos um espaço onde nos podemos 'desligar' completamente de tudo que nos rodeia....
*s

Frankie disse...

Lindo... ADOREI... O texto e... o local...

Beijos e saudades

Sol disse...

Depois de ler algo assim... apenas o silêncio fala mais alto...
O cantinho é lindo.

Beijinho

Moon disse...

Muito bonito... consegui sentir o sossêgo através das tuas palavras...

B*

The Mystic Moon disse...

É para onde eu tambem gosto de relaxar e de estar em comunhao com a natureza.Fico feliz por saber q aquele refugio tao magico exista tao perto de mim.Um beijo da tua hermanita.